• info@travelporto.com

Segurança

Avatar ajuda surdos a viajar na rede do Metro do Porto

A estação de metro dos Aliados, no Porto, tem instalado um tradutor de língua gestual bidirecional automática no piso -2, a partir desta quinta-feira.

Trata-se de um ecrã gigante, interativo, que cobre seis idiomas e ajuda os utilizadores surdos na resposta a um sistema simples de perguntas.

A apresentação formal decorreu esta manhã.

 

Às 6ª e sábados volta a haver metro a noite inteira

 

A partir de 28 de junho e até 7 de outubro, às sextas-feiras e sábados há metro a noite inteira na cidade. Pelo quinto ano consecutivo, é reativado o MOVE Porto Metro 24H, serviço ininterrupto dos transportes públicos durante o fim de semana.

Rapidez, segurança e conforto na mobilidade são os aspetos valorizados pelo MOVE, resultante de uma parceria entre a Câmara do Porto, Metro do Porto e STCP.

O serviço permite garantir, nas principais noites de “movida” na cidade, a operacionalidade contínua das linhas Amarela (D), entre o Hospital de São João e Santo Ovídio, e Azul (A), entre o Estádio do Dragão e a Senhora da Hora. Em modo contínuo, e em todos os sentidos, o tempo de espera situa-se entre os 20 e os 30 minutos.
Nesta operação excluem-se apenas as estações do Heroísmo e da Lapa (linha Azul) e as estações de Faria Guimarães e Salgueiros (linha Amarela).

Para poder circular basta ter um título de viagem Z2, válido para todas as estações incluídas na operação. O custo associado é de 1,20€ por viagem (2,40€ ida e volta).

 

 

Desfile de Carros Elétricos

 

A edição 2018 do Desfile de Carros Elétricos do Porto, evento que acontece anualmente desde 1992, realiza-se no próximo sábado.

Com início previsto para as 15 horas, a partir do Museu do Carro Elétrico, o percurso será feito ao longo da emblemática linha da marginal.

Como é habitual, no interior dos carros históricos haverá animação, com a presença de bandas musicais e também de atrizes, que contarão histórias relacionadas com o trabalho e as vivências do transporte de carvão entre São Pedro da Cova e Massarelos.

No final, pelas 18 horas, haverá ainda lugar a uma prova de Vinho do Porto.

 

University of Porto creates project to ensure citizens’s data rights

 

Experts from HealthySystems, spin-off from University of Porto, are developing a project plan to ensure citizens’ fundamental right to data protection, jointly with AMA – Agency for Public Services Reform.

The fundamental goal is to create a pilot project related to electronic access to the Citizen’s Portal, in the context of regulatory compliance with the European Data Protection Regulation and the need for the traceability of information.

According to the experts, “it is a kind of inviolable black box, which guarantees maximum traceability to data access to sensitive documents of all Portuguese citizens”.

For Ricardo Correia, cofounder of HealthySystems and researcher at CINTESIS – Health care Research Centre, “these records will enable AMA to provide the necessary control mechanism to trace data access”, in line with the European Data Protection Regulation.

Porto University Spin-off, HealthySystems is the only entity in the domestic market to provide IT security solutions, regarding sensitive and classified information.

 

Aeroporto

Nova área de controlo de segurança

 

​O controlo de segurança do Aeroporto do Porto foi otimizado. Com a inauguração da nova área, onde foram implementados modernos sistemas de rastreio, é possível a passagem de mais 1200 pessoas por hora, o correspondente a um aumento da capacidade do processamento atual superior a 60%.

Em dezembro último, o Aeroporto Francisco Sá Carneiro celebrou o recorde de 10 milhões de passageiros. Agora, em 2018, pode muito bem superar este marco, coadjuvado pelos novos equipamentos de segurança que acabam de chegar, aumentando assim a sua capacidade de resposta de forma eficaz, eficiente e com maior conforto para o passageiro.

Com efeito, a colocação de quatro novas linhas “de raio x com certificação europeia” – que permitem manter os artigos eletrónicos no interior da bagagem e fazem, automaticamente, o encaminhamento, separação e retorno dos tabuleiros onde são colocadas todas as bagagens – representa uma melhoria significativa na agilização do acesso dos passageiros ao interior do aeroporto propriamente dito, refere a ANA em comunicado à agência Lusa.

Detalhando as vantagens deste novo subsistema aeroportuário, sabe-se que cada linha dispõe de um comprimento de 18 a 21 metros e está igualmente concebida para suportar o acesso de três passageiros em simultâneo, “funcionando com tecnologia de remote screening, que permite ao operador de raio x analisar as imagens em sala remota no aeroporto, sem o ruído e pressão atual”, informou a gestora aeroportuária.

Para além disso, permite a separação automática das bagagens que necessitam de uma análise com mais detalhe das restantes, que podem ser imediatamente entregues aos passageiros. E, no final de cada processo, existem novas estações de trabalho “onde os operadores podem reanalisar as bagagens de forma a certificarem-se que não contêm artigos proibidos”, bem como “novas e maiores mesas de apoio na saída, de forma a que os passageiros possam recolher os seus pertences e seguir a sua viagem”, conclui a ANA.

 

Fonte: Porto.pt

 

1